sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Polícia Civil paralisa atendimento no IML de Luziânia, em Goiás


Paralisação total foi decidida em assembleia na manhã desta quinta-feira (27).
Polícia diz que governo não cumpriu promessa de reajuste salarial.


 
Polícia Civil paralisa atendimento no IML de Luziânia (Foto: Ricardo Rafael/O Popular)
Os servidores da Polícia Civil que atuam no Instituto Médico Legal (IML) de Luziânia, a 210 quilômetros de Goiânia, paralisaram o trabalho nesta quinta-feira (27). Segundo o Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol-GO), a decisão foi tomada em assembleia realizada durante a manhã.

De acordo com o presidente do Sinpol, Silveira Alves de Moura, os servidores estão parados desde o dia 22 de outubro, quando começou a greve da Polícia Civil. Desde a data, o instituto tem funcionado apenas dentro do limite que a lei determina, que é de 30%. O Sinpol informou que somente a partir de sexta-feira (28) o funcionamento de 30% volta ao normal.
Segundo Silveira Alves, a condição de trabalho dos servidores é precária. “É inaceitável a condição em que eles trabalham. Cinco veículos de transporte de cadáver estão parados, faltam armamentos e coletes à prova de bala para os servidores. Faltam luvas e material básico para a realização da necropsia. Ou seja, isso coloca em risco um patrimônio do estado”, afirma o presidente.

O presidente informou ainda que há previsão de que os servidores da Central de Flagrantes e da Agência Prisional também entrem em greve na próxima semana. Segundo Silveira Alves, a Agência Prisional vai suspender a visita aos presos. De acordo com ele, as entidades só vão retroceder na decisão caso o governo atenda às reivindicações.
O Sinpol ainda cobra do governo um reajuste de R$ 800 nos salário dos servidores. Segundo o presidente do sindicato, o acordo de reajuste foi assinado em setembro deste ano pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), mas até hoje não foi cumprido. “Esse acordo foi assinado com governo em setembro. Nós vamos retomar o trabalho somente quando o governo atender nossas exigências e efetivar os reajustes”, explica o presidente, que afirma ainda não ter recebido nenhum acordo oficial por parte do governo.
Resposta
A superintendente da Polícia Técnico-Científica, Rejane da Silva Sena Barcelos, informou que o governo já está trabalhando para melhorar as condições de serviço dos servidores. “O processo de melhoria está andando. Em mais ou menos dez dias os carros pequenos e os especiais, usados no transporte de cadáveres, vão chegar. O governo liberou R$ 18 milhões para a reforma do IML da cidade e a orientação é de que dois novos prédios sejam construídos na região do entorno. Há ainda a perspectiva de concurso em 2012”, afirma.
A superintendente não informou as datas para a efetivação das melhorias. Sobre o reajuste dos salários, ela afirmou que não está informada sobre as negociações e que elas são feitas direto com a SSP.

fonte: g1.com

São Luís: Acidente na madrugada provoca susto e prejuízo


Por volta das 3 horas da manhã de hoje, 28, os moradores da Rua Rio da Prata, nas proximidades da prefeitura, acordaram com um grande barulho. Uma caminhonete Hilux, conduzida por jovem, bateu e destruiu dois postes de energia elétrica.
 
Além de causar um apagão na região, o acidente assustou muita gente e por muito pouco não provocou uma tragédia maior com os fios que não resistiram ao impacto, se romperam e ficaram espalhados pela rua. A Polícia Militar chegou rápido ao local e preservou a área.
 
Logo mais, ainda hoje, matéria completa sobre o assunto.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Ivolândia: Professor denuncia descaso da prefeitura com esporte


No início desta semana, o professor e desportista, Manoel Malaquias de Medeiros, mais conhecido por “Lico”, procurou a redação do Jornal A Voz do Povo para denunciar, segundo ele, o descaso da administração municipal de Ivolândia para com o esporte local. Lico aponta a precária situação do Estádio Municipal Valdeci Lobão, falta de apoio financeiro às iniciativas esportivas locais e denuncia a participação irregular de um time da cidade em uma competição realizada no município de Iporá.
Recentemente, Lico fotografou o vestiário do Estádio, quando era realizada uma partida de futebol entre a sua equipe, Veteranos, e um time de Aurilândia. “A situação estava deplorável. Só depois que fotografamos o local é que a prefeitura começou a tomar as providências”, disse Lico, afirmando que na cidade não existe nenhuma equipe fixa que conta com o apoio da prefeitura.
 
O professor faz uma denúncia séria contra a administração municipal. Segundo ele, a prefeitura está patrocinando um time da cidade para participar de um campeonato promovido em Iporá com a idade dos atletas incompatível com a faixa etária da categoria disputada. “É desigual e desleal. Além de ser desonesto”, afirma.
 
O prefeito de Ivolândia, Robinho, foi procurado por esta reportagem para falar sobre o assunto, mas não foi encontrado. O secretário de Esportes do município, Antegon, chegou a entrar em contato com a redação do A Voz do Povo, mas não foi possível falar com o autor desta reportagem e dar a sua versão dos fatos, mas na edição impressa desse periódico ou a qualquer momento o espaço estará aberto para que a administração possa comentar as denúncias.

fonte site a voz do povo
 

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

São Luís: PM anuncia fiscalização ao uso do cinto de segurança


Desde o dia 5 desse mês, outubro, os condutores de veículos que transitarem pelas vias públicas de São Luís de Montes Belos já estão sendo fiscalizados sobre o cumprimento da Lei que obriga o uso do cinto de segurança. Esta é a determinação do comando da Polícia Militar. Mesmo sendo uma obrigação, a medida tem provocado discussões acaloradas entre os que aprovam e os contrários.
“O fluxo do trânsito de São Luís é desproporcional a esta Lei. Não justifica”, disse o autônomo Itamar da Silva, que é contrário à medida. “Eu sou a favor. A vida é muito importante para que a gente a ponha em risco por causa de um simples cinto de segurança”, contrapõe o servidor público, Antonio Barbosa.

Agradando ou não, o comandante da 20ª CIPM, Major Eldecírio, afirma que a cobrança será feita e a Lei será cumprida. Segundo ele, o significativo número de acidentes ocorridos no trânsito de São Luís, com vítimas até fatais, é mais do que suficiente para justificar a fiscalização.

O simples ato de não usar o cinto de segurança é visto pela Lei como uma infração grave. Além da perda de cinco pontos na carteira, o infrator tem que pagar uma multa de R$ 127,69. Os condutores de São Luís e da região que trafegam pela cidade não vão poder alegar ignorância sobre a novidade, várias faixas (foto ao lado) foram afixadas em diversos pontos avisando a cobrança.

fonte site a voz do povo

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Mais um acidente nas vias não sinalizadas de São Luís


Na tarde de ontem, 24, por volta das 16 horas, ao passarem pelo cruzamento da Rua Alfredo Nasser com a Rua T-1, do Setor Residencial Thais, os condutores de dois veículos se chocaram frontalmente e por muito pouco não aconteceu uma tragédia.
Júlio Cesar, que conduzia o VW Parati, placas: HPK-6697, de São Luís de Montes Belos, conta que trafegava pela Rua Alfredo Nasser e que ao parar para atravessar a Rua T-1, foi atingido de frente pelo VW Gol, placas: JIR-4198, de Brasília. A colisão foi tão forte que o Gol capotou e foi contido por poste de luz.

Ao contrário do que imaginaram quem viu a cena, a condutora do VW Gol, Vanessa Messias de Miranda, saiu ilesa sem nenhum ferimento. No geral o prejuízo foi apenas material. Como é de praxe, nesses casos, um dos lados sempre reivindica o direito estar certo na questão.

De acordo com os policiais militares, que atenderam a ocorrência, pelo fato de as vias não contarem com nenhum tipo de sinalização (vertical ou horizontal) é impossível afirmar quem está com a razão. Possivelmente a questão será discutida e decidida na justiça, se não houver acordo entre as partes.

O VW Gol, que tinha apenas 800 quilômetros rodados, segundo testemunhas, pertence a um tio da condutora e não conta com seguro.

Procurado por esta reportagem, o chefe de gabinete da prefeitura, Elder Soares, o “Cocá”, falou sobre o assunto. Segundo ele, todas as vias da cidade já estão sendo sinalizadas. De acordo com ele, duas equipes foram formadas e estão realizando a sinalização em todas as vias.

“Lamentamos muito o ocorrido, mas estamos fazendo o possível para oferecer mais segurança à nossa população no trânsito de São Luís. Afinal, é a nossa obrigação e estamos cumprido-a com rigor”, disse Cocá, que prometeu ainda que irá reforçar com as equipes de trabalho o empenho para que os serviços sejam executados de forma mais rápida.


fonte site a voz do povo

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

São Luís: Distribuidora de bebidas é furtada pela 5ª vez


O fato de estar localizada no centro da cidade e próxima a outras empresas e residências que contam com vigias noturnos, não impediu que a Distribuidora MD Bebidas Geladas fosse vítima de ladrões pela 5ª vez. O fato aconteceu na madrugada de ontem, 21, por volta de 4 horas.
A diferença desta vez é que o suspeito deixou a sua marca. A imagem da face de um homem, captada pelo sistema de segurança da empresa, poderá ser a pista que levará a polícia até o suspeito. O sócio da empresa, Manoel Geraldo, só notou que havia sido furtado de novo no início da manhã. De imediato ele acionou a Polícia Militar.

De acordo com Manoel, a imagem feita por uma das câmeras do sistema, mostra o suspeito tentado desviar o foco do equipamento para não filmá-lo, mas a tentativa foi em vão, por um descuido ele acabou sendo filmado.

Desta vez o prejuízo, segundo os proprietários, é de cerca de R$ 3 mil em cigarros e cerca de R$ 300 em moedas e a câmera que ficou danificada. Além da cor branca e a calvície, um outro detalhe chamou a atenção no suspeito: as unhas grandes.

As polícias, Civil e Militar estão, em conjunto, apurando o caso. Bastante abalada com o caso, Dona Zilda, sócia da empresa e mãe de Manoel, pede a ajuda da população, no sentido de identificar e denunciar o ladrão que levou dela vários dias de trabalho. “É muito injusto, a gente trabalhar até altas horas e alguém vir e levar tudo”, disse.

Qualquer informação que leve ao autor desse crime, pode ser encaminhada aos telefones 190, da Polícia Militar, e 197, da Polícia Civil. Não é preciso se identificar.

fonte: site a voz do povo

sábado, 22 de outubro de 2011

São Luís: PM recolhe dupla com quase meio quilo de maconha


O fato aconteceu no final da noite do último dia 18, por volta das 23h45. Em um patrulhamento de rotina, no Setor Vila Eduarda, a equipe policial, composta pelo sargento D. Xavier e pelo soldado Ribeiro, notou que o menor L., de 17 anos, e Alef Vieira Lopes, de 18 anos, estavam em atitude suspeita, sendo o menor carregando uma sacola nas mãos.
Antes da chegada dos policiais, Alef se evadiu do local e deixou para trás o colega menor. Durante a abordagem os policiais encontraram no interior da sacola dois tabletes de maconha prensada e pronta para o consumo, pesando quase meio quilo. O adolescente disse à polícia que a droga pertencia a Alef e que naquele dia ambos teriam ido à Goiânia comprar o entorpecente.

L. narrou aos policiais que quando eles chegaram a São Luís, Alef havia entregado a sacola para ele carregar, pelo fato de o mesmo ser menor de idade. No início da manhã seguinte Alef foi localizado e preso pela mesma equipe de policiais, que mesmo esgotada a sua escala de trabalho preferiu encerrar a ocorrência levando à prisão o último integrante da dupla.

Alef disse a esta reportagem que não tem nenhuma relação com o caso. Ele conta que não sabe da procedência da maconha apreendida e que foi uma coincidência ele estar perto do local, no momento da abordagem do menor. Ele disse ainda não fugiu da polícia, ele apenas teria entrado na casa de uma tia. Mesmo assim ele foi autuado pelo delegado Vicente Stábile e encaminhado para o presídio local. L., por ser menor, foi liberado.

Esse tem como resultado somente mais uma tolha molhada, ou seja, como se fosse mais uma pedra de gelo enxugada pelas polícias. O tráfico de drogas em São Luís está muuuuuito longe do fim. O traficante é preso hoje, mas amanhã é solto em função da benevolência das leis, que em sua maioria é bastante branda. Sem falar nos presídios que não ressocializam ninguém. Pelo contrário, educam e preparam o indivíduo para o mundo crime.

fonte: a voz do povo

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

São Luís: Candidatura de Tatico balança na Câmara Municipal


Está em tramitação na Câmara Municipal de São Luís de Montes Belos o balanço geral do município do ano de 2003, que poderá, se for rejeitado pelos vereadores, impedir o ex-prefeito Edmilson Tatico (PTB) de disputar as eleições de próximo ano e até outras futuras. A peça foi enviada à Câmara pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), com parecer negativo.
De acordo com o TCM, foram encontradas irregularidades em partes das contas do Fundo Municipal de Saúde e no Previbelos, fundo de previdência municipal. Com base nisso, o Tribunal, através dos membros integrantes do seu colegiado, recomendou à Câmara Municipal parecer pela rejeição do balanço geral de 2003. O ex-prefeito, Edmilson Tatico, entrou com recurso contra a decisão, mas não foi aceito.
 
Ainda, de acordo com a decisão do TCM, partes das irregularidades encontradas nesse balanço, são sanáveis e o e ex-prefeito teria que fazê-las no fechamento do balanço do ano seguinte, 2004. O ex-prefeito, Edmilson Tatico, disse a esta reportagem que está tranqüilo e que confia no senso de justiça dos vereadores de São Luís, uma vez que os problemas detectados pelo TCM não são tão graves. “Se eu não tivesse confiado tanto nas pessoas isso jamais teria acontecido”, disse Tatico.

Na última terça-feira, 18, em sessão na Câmara, o balanço foi enviado às comissões para as devidas análises e ficará à disposição da população por um período de 60 dias. Após esse prazo, a Comissão de Finanças e Orçamentos terá 15 dias para emitir o seu parecer. Em seguida o balancete segue para o plenário da Câmara onde será votado pelos vereadores. Pelo fato de se aproximar o período de recesso, se não for convocada uma sessão extraordinária, a votação deverá acontecer somente em fevereiro ou março do próximo ano.

Pelo ângulo político da questão, por estar próximo a um ano eleitoral, onde na prefeitura e na Câmara Municipal poderão ter renovação, o clima está tenso nos bastidores, principalmente entre alguns vereadores. A maioria dos Edis é da base do prefeito Sandoval da Matta, que será candidato natural à reeleição em 2012. Já Edmilson Tatico, principal adversário de Sandoval, conta com o apoio de apenas dois vereadores. O resultado seria de 6 votos contra 2. Teoricamente.

Por outro lado, há dois fatores que podem mudar o rumo da questão. O primeiro é a rejeição do prefeito junto à população. O outro seria o clamor, representado por pesquisas e levantamentos, do povo pela volta do ex-prefeito Tatico. Os vereadores estão numa saia justa e vão ter que decidir a questão no voto e na coragem. Ou agrada o povo, ou agrada o prefeito, Sandoval da Matta, que poderia ter a cômoda situação de não ter pela frente o seu maior adversário, mas ter contra si uma população que poderia acreditar que Tatico teria sido vítima da situação, tendo os seus direitos políticos cassados mais uma vez.

Procurado para comentar o assunto, o prefeito Sandoval da Matta, não foi encontrado, mas o seu chefe de gabinete, Elder Soares “Cocá”, disse que o prefeito está longe desse assunto e que o mesmo é da alçada da Câmara Municipal. “Cabe a cada vereador exercer o seu papel de fiscal e decidir de acordo com a lei. O prefeito não vai interferir de forma alguma. A Câmara é um poder autônomo e cabe a ela decidir pela aprovação ou não desse balanço geral”, disse Cocá.

fonte: a voz do povo

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Monstruosidade em Paraúna: Filho mata a própria mãe


No último domingo, 16, a população de Paraúna ficou estarrecida com a notícia de que um filho teria tirado a vida da própria mãe. O pior é que a informação era verdadeira. Wilson de Souza Gonzaga, 41, agrediu fisicamente e com um golpe de faca matou a própria mãe. O motivo da tragédia teria começado por causa de uma cerveja.
Tudo começou na casa desse monstro, quando era realizado um chá de berço do (a) próprio (a) filho (a). Dado momento o assassino pediu à esposa, Beatriz Campos Ferreira, 23, que buscasse uma cerveja na geladeira para ele e algumas pessoas. Ela respondeu que a cerveja havia acabado. Isso foi o bastante para começar uma sessão de agressão verbal e física contra Beatriz.

Depois de sair e procurar refúgio na casa da sogra e mãe do assassino, Beatriz foi seguida por ele e lá a tragédia aconteceu. Depois de agredir fisicamente a mãe, Joana Souza Gonzaga, de 66 anos, e a irmã, Marineide Souza Gonzaga, que teriam intercedido a favor de Beatriz, Wilson agrediu e matou a própria mãe.

Segundo a ocorrência policial, depois de desferir três socos nas costas da mãe, Wilson a atingiu com um golpe certeiro e fatal na região da barriga. Dona Joana chegou a ser socorrida com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho de Goiânia. Até o fechamento desta matéria o assassino ainda não havia sido preso.




fonte a voz do povo

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Operação carga pesada em São Luis dos Montes Belos


O 15º CRPM, através da 1ª Companhia do 2º Batalhão Rodoviário, localizada na Rodovia GO 060, KM 112 – São Luis de Montes Belos, no dia 14 de outubro de 2011,  em conjunto com a equipe do Fisco (Firminópolis), desenvolveram uma Operação denominada “Carga Pesada”, com objetivo de fiscalizar todos os transportes de carga, inclusive o transporte irregular de areia. Na referida operação foram confeccionados 15 (quinze) termos de Apreensões, bem como 15 (quinze) autos de infrações, haja vista estarem transportando a carga sem a devida nota fiscal.
O Comandante do 2º BPMRv, determinou a intensificação das operações na área do batalhão e os resultados estão acontecendo de forma crescente, trazendo aos usuários das vias, uma maior sensação de segurança. As operações serão realizadas diuturnamente.

fonte: www.pm.go.gov.br

São Luís: Polícia Civil prende foragido da justiça há cerca de 9 anos


Depois de um longo período de investigação, uma equipe de policiais civis, de São Luís de Montes Belos, cumprindo a um mandado de prisão preventiva, prendeu na tarde deste sábado, 15, Hermógenes Rodrigues de Souza, acusado de uma tentativa de homicídio. O crime, que teve como vítima Sonivan de tal, aconteceu há 9 anos no centro da cidade de São Luís.
Hermógenes, que é considerado pela polícia como um indivíduo perigoso, teve seus passos seguidos para Polícia Civil, de São Luís, por dois anos, até que foi localizado na cidade de Uruana. Ele foi preso na residência dele, na presença da esposa e não esboçou nenhuma reação. De acordo com os policiais, Hermógenes, que era chamado por “Adão”, na época do crime, estava trabalhando com melancias.

A prisão de Hermógenes, que também é suspeito de ser um dos maiores fornecedores de drogas na região, só foi possível graças ao empenho do agente Gerson dos Reis. A operação que culminou com a prisão, contou com o apoio crucial do agente Cristóvão, da cidade de Uruana.

De fala simples e com a aparência de um cidadão humilde e trabalhador, Hermógenes falou com esta reportagem e contou como o fato aconteceu. Segundo ele, pessoas diziam que a vítima teria dito que iria matá-lo e que numa situação onde sua vida estaria em risco, ele não teve alternativa a não ser a de desferir alguns disparos contra Sonivan. A arma utilizada teria sido um revólver calibre 32. Hermógenes não nega a autoria do crime e alega legítima defesa.

O delegado Vicente Stábile, ressalta que o cumprimento deste mandado de prisão preventiva, em aberto há 8 anos, deu muito trabalho à sua equipe de policiais. O delegado frisa que a prisão de Hermógenes é única e exclusivamente em função deste mandado e que não há nenhuma outra acusação oficial na sua delegacia.

Hermógenes deverá aguardar julgamento recolhido no presídio de São Luís de Montes Belos.


fonte: a voz do povo

Motociclista morre em colisão com caminhão, em Goiânia


Polícia acredita que motorista do caminhão não respeitou sinalização no solo.
Um motociclista morreu na noite de segunda-feira (17), no Parque Amazônia, em Goiânia, depois de bater em um caminhão. O condutor da moto, de 19 anos, morreu na hora. Ele descia a Alameda Imbé, quando foi pego por um caminhão, que atravessava o cruzamento da Rua Jaçanã.

Moradores reclamam que sinalização é precária e acidentes são comuns.

“O motorista do caminhão, provavelmente, não respeitou a sinalização de “pare” no solo, que também está muito apagada”, observa o subtenente da Polícia Militar José Carlos Ramos.

Segundo os moradores, o problema maior é a falta de sinalização. Eles dizem que os acidentes são comuns na região. O comerciante Luismar Correa comenta que há cerca de duas semanas também se envolveu em uma batida, no mesmo local. “Não tem sinalização daqui para lá. Os carros entram com rapidez aqui”, diz.
O presidente da Agência Municipal de Trânsito, Miguel Thiago, informou que os locais onde há um grande número de acidentes são prioridade na revitalização da sinalização. Segundo ele, no cruzamento onde houve a morte do rapaz não é grande o índice de batidas. Mesmo assim, o presidente da AMT disse que vai mandar uma equipe até o local nesta terça-feira (18).

fonte: g1.com

Tribuna à policia

Videos engraçados